História: “A união que deu certo”

A Cootravipa é uma cooperativa oriunda do movimento comunitário da Zona Sul de Porto Alegre, mais precisamente da Grande Cruzeiro, onde na década de 80 mais de 3.000 desempregados viviam com suas famílias à margem da sociedade, muitos desses há mais de nove meses sem trabalho.

Após muita discussão, a União de Vilas, junto com a comunidade, decidiu montar acampamento na Praça da Matriz, para reivindicar junto aos governos Municipal e Estadual uma solução para tanto desemprego e miséria. A oferta foi de apenas 200 vagas de trabalho pela Prefeitura. O Estado não manifestou interesse em soluções, apenas colocou a Tropa de Choque para coibir e controlar o movimento.

Diante disso, retornaram à Vila Cruzeiro e, junto com o presidente da Vila Orfanatrófio I, Sr. Osmar Freitas, a comunidade começou a discutir a proposta de abrir uma cooperativa. Mais conhecido como Gordo ou Marzizo, ele explicou que no Chile, Argentina e Uruguai os trabalhadores estavam se organizando em forma de cooperativas para solucionar o problema do desemprego. A comunidade gostou da proposta e depois de muita discussão, saiu em busca de subsídios de outras cooperativas e associações de moradores, por fim decidindo criar a própria cooperativa.

Era preciso 20 pessoas com capital suficiente para pagar a cota-capital e, como a maioria era desempregada, foi a primeira dificuldade. Mas, ainda sim, conseguiram superar em conjunto, com muita união e desprendimento. Para quem não tinha todo o valor necessário, mas queria engajar na idéia, foi feita uma arrecadação, e cada um colaborou com o que podia. No final, 14 pessoas entraram com um salário mínimo do próprio bolso e os outros 6 com dinheiro. Desta forma, o total arrecadado superou o necessário para registrar os documentos e, foi assim que, aos cinco dias de julho de 1984 nascia a Cooperativa de Trabalho, Produção e Comercialização dos Trabalhadores Autônomos das Vilas de Porto Alegre Ltda., a Cootravipa.

Nestes mais de 33 anos de muitas lutas e vitórias, a Cootravipa vem superando as dificuldades e adversidades, sempre com muita transparência e honestidade, sempre orientada por suas origens e política social, oferecendo a seus associados melhores condições de trabalho e dignidade, cumprindo de forma clara seu papel social de resgate da cidadania das pessoas que vivem à margem da sociedade.

Iniciou com 20 e hoje tem mais de 2.500 associados, sendo mais de 1.800 distribuídos nos mais variados postos de trabalho formais, dentre os quais, muitos dos fundadores.

Fale Conosco

Tire suas dúvidas, agende uma visita ou venha nos visitar e conversar sobre nossos serviços prestados.

Contato