top of page
  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • Whatsapp
site  (4)_edited.png

Propósito

Missão

Promover a inclusão social através da oportunidade ao trabalho e acesso a
educação, desenvolvendo pessoas e tornando-as protagonistas de suas próprias histórias.

Realizar a gestão de serviços de qualidade,
gerando soluções personalizadas de forma
íntegra, sustentável e inovadora.

Visão

Ser referência no cooperativismo de trabalho, impulsionando e fortalecendo pessoas na busca por um futuro mais digno, sustentável e plural.

Valores

- Cooperativismo;

- Desenvolvimento;

- Cidadania;

- Independência;

- Inclusão;

- Coletividade;

- Democracia;

- Qualidade;

- Educação.

Nossa história

A Cootravipa é uma cooperativa de trabalho, criada pelo movimento comunitário da Zona Sul de Porto Alegre, na década de 80 por mais de 3 mil desempregados que viviam na comunidade, sem perspectiva de trabalho ou renda.

A União de Vilas e a comunidade, decidiu reivindicar junto aos governos Municipal e Estadual oportunidades no mercado de trabalho e montaram um acampamento na Praça da Matriz em Porto Alegre naquela época, para lutar por oportunidades de trabalho. Na oportunidade, a Prefeitura Municipal de Porto Alegre ofereceu 200 vagas de trabalho somente, e o Estado não se manifestou em ajudar, apenas coibiu e controlou o movimento através de policiamento reforçado no local.

Evidenciada a falta de interesse do Estado, a comunidade se organizou e iniciou o levantamento de alternativas viáveis para atender suas demandas e gerar renda. Nesse momento, o presidente de uma das vilas que faziam parte destas comunidades, o Sr. Osmar Freitas, sugeriu a abertura de uma cooperativa de trabalho. Explicou sobre o modelo de organização de trabalhadores que já estava sendo realizado no Chile, na Argentina e no Uruguai, e que já era muito bem-sucedido como alternativa viável no combate ao desemprego.

site  (13).png

A ideia foi muito bem aceita pela comunidade, porém, logo de início houve o primeiro entrave: precisava-se de, no mínimo, 20 pessoas com dinheiro suficiente para contribuir com a cota-capital. Como solução, foi feita uma ação cooperativa coletiva, na qual cada um contribuiu com o que podia, ao final da arrecadação o valor superou o necessário. Assim, aos cinco dias do mês de julho de 1984 foi fundada a Cooperativa de Trabalho, Produção e Comercialização dos Trabalhadores Autônomos das Vilas de Porto Alegre Ltda., a Cootravipa.

Até hoje, são mais de 39 anos de união e de vitórias, em que a Cootravipa vem inovando para crescer com muita transparência junto de seus associados e clientes. Orientada pelo Cooperativismo, oferecendo aos seus mais de 2.500 sócios oportunidades de trabalho e, por vezes, o resgate de sua dignidade. Através de qualificação, experiência e perseverança, com o passar dos anos, a Cootravipa vem cumprindo o seu papel social, oportunizando trabalho e geração de renda para muitas famílias gaúchas.

Conselhos e Comissões

Conselho de Administração

Responsável por administrar a Cooperativa. É constituído exclusivamente de associados eleitos pela Assembleia Geral para mandato de 4 (quatro) anos, e suas funções são definidas no Estatuto Social da COOTRAVIPA. Compõe o conselho um Diretor-Presidente, Diretor-Administrativo e Diretor-Secretário.

Membros do Conselho de Administração - Mandato 2021/2024:
Diretora Administrativa Michele de Fátima Guimarães Fernandes.

Diretora Presidente Imanjara Marques de Paula.
Diretor Secretário Marcelo Ramires de Almeida.

Conselho de Ética

É um órgão auxiliar da administração, sendo responsável por analisar os indícios de descumprimento dos valores éticos da Cooperativa.

Esse conselho é constituído exclusivamente de associados eleitos em Assembleia Geral para mandato de 2 (dois) anos, sendo composto por três membros efetivos e três suplentes.

Conselho Fiscal

Responsável por fiscalizar, assídua e minuciosamente, as operações, ações e serviços da Cooperativa - comunicando o Conselho de Administração sobre possíveis irregularidades. Os conselheiros fiscais que examinam mensalmente os balancetes e, na Assembleia Geral Ordinária, apresentam aos demais associados o parecer quanto à veracidade do balanço e o submetem à aprovação.

Esse conselho é constituído exclusivamente de associados eleitos em Assembleia Geral para mandato de 1 (um) ano, sendo composto por três membros efetivos e três suplentes.

Comissão de Prevenção
de Acidentes (COPAC)

É uma comissão permanente, sendo responsável por promover o desenvolvimento de ações de prevenção de acidentes e doenças decorrentes do ambiente e instalações de uso coletivo.

Esse conselho é constituído por 10 (dez) associados efetivos e 10 (dez) associados suplentes, eleitos em Assembleia Geral e indicados pelo Conselho de Administração para mandato de 1 (um) ano.

bottom of page